Bahia: Mãe afoga filho de quatro anos e morre após se jogar na frente de carro

Foto: Divulgação

Uma tragédia comove a comunidade de Camaçari e toda Região Metropolitana de Salvador (RMS), neste domingo (4).Um garoto de quatro anos, identificado como Davi de Santana da Silva, foi encontrado sem vida e com sinais de afogamento, por volta das 10h de hoje, às margens do Rio Capivara, na região da Aldeia Hippie de Arembepe, em Camaçari. A mãe do menino identificada como Graziele de Santana da Silva, 29 anos, falou a algumas pessoas da região que matou o filho. Em seguida ela se jogou na frente de um carro em movimento. Graziele foi atropelada e morreu.

Foto: Divulgação

Segundo informações da delegada Danielle Monteiro, titular da 26ª Delegacia Territorial (DT) de Vila de Abrantes, que cuida do caso, Graziele sofria de esquizofrenia e na última quarta-feira (31) saiu de casa com a criança e familiares passaram todo dia procurando. Na noite do mesmo dia, o pai de Graziele esteve na delegacia por volta das 22h e informou o fato.

Ainda conforme a polícia, antes de iniciar as buscas, equipes da 26ª DT receberam informações de que a mulher passou na casa de uma pessoa, não identificada, e quando questionada sobre o garoto, ela disse que matou o próprio filho. Em seguida Graziele saiu e se jogou na frente de um carro e foi atropelada. Ela não resistiu aos ferimentos.

Até a manhã deste domingo (4), bombeiros do 10º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), sob o comando do tenente André Matos, planejaram e iniciaram as buscas por volta das 6h, encontrando o corpo de Davi por volta das 10h. Em seguida foi feito o isolamento para os trabalhos da Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica (DPT).

A polícia suspeita que a mãe tenha afogado a criança, mas somente a perícia poderá confirmar como ocorreu a morte do menino. // Fonte: Bocão News

Itororó: Moradores sentiram suposto terremoto durante final de semana

População saiu de casa depois de sentir tremores | Foto: Reprodução / TV Bahia

A população de Itororó, no sul da Bahia, relatou nas redes sociais e para o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) que três tremores foram sentidos no município no final da manhã deste domingo (4). De acordo com a dona de casa Selma Lima ao G1, a trepidação começou forte, e foi diminuindo a intensidade.”Estremeceu tudo, pensei que a casa cair. O primeiro foi forte, o segundo médio e o terceiro foi bem fraquinho. Isso era umas 10h30 para 11h”, descreveu a moradora. O trabalhador rural Domingos Santos conta que fazia a barba no momento do incidente, e revela que se assustou com o barulho provocado pelos tremores. De acordo com informações preliminares, ninguém ficou ferido e não houve registro de danos estruturais. Ao sistema da Centro de Sismologia da USP, o internauta Clauber Santana, contou que sentiu três explosões seguidos de três tremores. “Não se sabe a origem, pois não existe nenhuma pedreira ou algo do tipo”, relatou.  O centro que declarou que vai apurar o caso.  #Bahia Noticias