Itapé Ba: Cinco vereadores são afastados por usar dinheiro público para compra de gado

Foto: Reprodução

Cinco vereadores da cidade de Itapé, na região sul da Bahia, foram afastados das funções por tempo indeterminado, por ordem da Justiça, na última terça-feira (16), por suspeita de desvio de dinheiro público. Os afastamentos ocorreram durante operação do Ministério Público Estadual (MP-BA), que, juntamente com a Polícia Militar, cumpriu mandados de busca e apreensão na casa legislativa para recolhimento de provas. Foram afastados nesta terça Klebson de Jesus Santos, Cledson Gomes Alves, Agnaldo Santos Filho e Eduardo Coelho. Além deles, o presidente da Câmara, Nilton Rosa Pinto, que foi afastado em julho após suspeita de falsificação de assinatura em cheques, fica fora da Casa por tempo indeterminado. O G1 não conseguiu contato com os vereadores. O MP disse que, com cinco dos nove vereadores afastados, a continuidade dos trabalhos na Câmara fica inviável. Com isso, o órgão vai solicitar à Justiça Eleitoral que os suplentes dos vereadores afastados tomem posse para que a Câmara volte a funcionar.

As decisões pelos afastamentos desta foram assinadas pelo juiz Murilo Staut Barreto, que atendeu a pedidos formulados pelo promotor de Justiça Inocêncio de Carvalho Santana. O MP disse ter descoberto um esquema na Câmara que consiste na transferência de, pelo menos, dois cheques da conta da Casa para a conta pessoal do presidente afastado, nos valores de R$ 11.300,00 e R$ 11.200,00.

Poções: Estelionatários que foram presos com cheque falso que seria utilizado para campanha política, diz Polícia

Foto: Polícia Civil

Na manhã dessa quarta-feira (17), policiais militares da 79ª Companhia Independente de Polícia Militar apreenderam 8 homens com um cheque administrativo e uma cópia de identidade falsificados, tentando  sacar a quantia de R$ 68 milhões na agência do Banco do Brasil da cidade. Por volta das 11h, uma guarnição foi informada que dois suspeitos estariam tentando sacar  na agência bancária a referida quantia. Ao chegar na agência e proceder com a abordagem policial foi confirmada a informação, que segundo os suspeitos o dinheiro seria transferido para diversas contas e seria utilizado em campanha política, bem como teria mais pessoas envolvidas naquela ação e que poderiam ser indicadas pelos abordados.

Foto: Polícia Civil

Em posse das informações, foram realizadas diligências que culminaram na localização e prisão dos demais participantes da tentativa de fraude. Um deles declarou que o mesmo teria recebido o cheque de um cliente em Salvador, sacaria o montante na cidade de Poções, e seria repassada uma porcentagem para as contas dos demais conduzidos. Com os suspeitos foram encontrados veículos, cheques, objetos e anotações.

Diante da materialidade foi dada voz de prisão em flagrante, e em seguida foram conduzidos e apresentados na delegacia de Poções para medidas cabíveis.

*Cheques*

▪18 folhas de cheques em branco;
▪28 cheques preenchidos em diversos nomes;
▪01 Cheque administrativo no valor de R$ 68.000.000,00.

Poções: Estelionatários tentam golpe de R$ 68 Milhões no Banco do Brasil

Foto: Polícia Civil

Ontem quarta-feira, 17 de outubro de 2018, 11(onze) pessoas foram conduzidas à DT de Poções pela PM, ao tentarem descontar um cheque falsificado do Banco do Brasil, supostamente emitido por um órgão federal e preenchido no valor de R$ 68.0000,00(secenta e oito milhões de reais).

Foto: Polícia Civil

O gerente da agência suspeitou da autenticidade do cheque dias atrás, pediu prazo para providenciar o dinheiro, e nesta data acionou a PM, que abordou o grupo e apresentou à DT. A DPC Alessandra Márcia autuou o grupo por Tentativa de Estelionato, Corrupção Ativa e Uso de Documentos Falsos. APF ainda em andamento. Autuados são de Jequié, Ipiaú e Poções.

Foto: Polícia Civil